AngolaNOTICIA TECNOLOGIA

ITA Aloja Serviços do Google e Facebook no seu Data Center

Luanda – A Internet Technologies Angola (ITA) activou recentemente a “cache” do Facebook no seu Data Center, o que torna o acesso aos conteúdos mais rápido e com mais qualidade.

Desenvolvido em parceria com a Associação Angolana de Internet (AAI), a activação é uma ferramenta indispensável na melhoria e acessibilidade dos serviços de internet, por se tratar de uma memória temporária, sendo que o banco sempre será abastecido com novos dados, imagens, áudios e outros tipos de arquivos, que ficam armazenados em uma parte ou compartimento de um sistema operacional.

Entre os arquivos guardados, estão informações e fragmentos de sites visitados com frequência, fazendo com que o sistema acesse mais rapidamente os dados, seja se o primeiro download foi feito em um minuto, já o segundo levará menos, porque o referido conteúdo já está alojado localmente.

De acordo com o documento da ITA a que a ANGOP teve acesso hoje, trata-se de um plano estratégico da parceria entre as duas instituições, firmado com a activação do segundo nó de interligação dos provedores e servidores, designado Angola IXP, instalado no Data Center da ITA, activando, em Fevereiro último, a “cache” da Google e agora, em Abril, a do Facebook.

Atrair para Angola as “caches”, como as da Google e do Facebook, foi um processo em construção, que iniciou em 2020 com o Angola IXP, refere a nota.

De acordo com o Director Executivo de Operações da ITA, Túlio Jacinto, o objectivo deste investimento é contribuir para a melhoria do ecossistema de Internet em Angola e reduzir os custos dos seus operadores, principalmente os associados da AAI.

“Ao alojar (estas caches) num Data Center como o nosso, que oferece especificações internacionais e excelentes condições de alojamento, segurança e conectividade, é um passo importante para a transformação e melhoria no ambiente de negócios digitais e da qualidade dos serviços de Internet em Angola”, disse.

Na sua óptica, o facto de ter estes serviços e conteúdos internacionais alojados no país, traz benefícios técnicos e económicos para a comunidade de telecomunicações em Angola.

Fez saber que estes passos são fundamentais para criar o dinamismo na conectividade, uma das premissas importantes para a transformação de Angola em HUB de dados em África.

Para o presidente da AAI, Sílvio Almada, estas “caches” agora activadas e em funcionamento no Data Center da ITA, trarão melhorias à qualidade de Internet e melhor experiência para os utilizadores que usufruem dos serviços da Google e Facebook.


Ajude-nos a crescer, visite SENASNERD no Twitter FacebookInstagram . e deixe o seu gosto, para ter acesso a toda a informação em primeira mão. E se gostou do artigo não se esqueça de partilhar  com os seus amigos.

SUBSCREVA-SE NO CANAL YOUTUBE SENASNERD

Domingos Massissa

Estudante de Engª Informática, editor do portal amante do mundo NERD, onde engloba cinema tecnologia e Gamers.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo